• +11 96669-6924
  • peladoreal@peladoreal.com.br

Author Archive admin

Futebol é coisa de mulher!!!

(Matéria para o site da Revista TPM)

Time amador de futebol feminino derruba estereótipos e mostra as mil e uma vantagens do esporte!

Domingo, 11h da manhã. O típico comportamento de meninas entre 21 e 25 anos para este horário seria ainda estar dormindo depois de uma noite na balada ou estar acordada há pouco tempo, tomando um café da manhã preguiçoso ou dando uma olhada na internet. Mas este não é o caso de Ana Alice Martins Espíndola de Oliveira, ou simplesmente Bibi Martins, como é conhecida por amigos e familiares.

A esta hora Bibi já está super desperta, arrumada e dando os últimos retoques nos preparativos da reunião planejada para o dia. O evento, que contou com a presença de 15 meninas e alguns namorados, era especial. As amigas se reuniram para assistir a um jogo classificatório da Copa do Mundo de Futebol Feminino. As equipes do Brasil e Estados Unidos disputavam uma vaga na etapa semi-final da competição.

  

Além da importância do campeonato, algo maior as unia. O futebol, ainda mais o feminino, ganhou relevância para as garotas desde a criação do Pelado Real Futebol & Arte. O time, exclusivamente feminino,  reúne mais de 70 garotas interessadas em aprender e jogar o esporte mais popular do Brasil.

A criação do time

A ideia do time partiu de uma troca de e-mails entre Bibi e mais quatro amigas. “Conversamos sobre como esta  rotina de malhação e preocupação com o físico é chata. Então, surgiu uma vontade de  fazer um esporte diferente de academia. Aí eu disse que não gostaria de fazer um esporte diferente, mas sim continuar jogando futebol, que é uma coisa que eu já faço faz tempo. E propus: ‘Se vocês quiserem, posso ensiná-las a jogar.’ Elas amaram a ideia”, conta a técnica. Após o primeiro passo, Bibi anunciou a proposta no Facebook e lançou a seguinte pergunta: “Atenção, meninas que têm sangue nos olhos, mas não sabem jogar bola. Vocês estão a fim de começar do zero e aprender o esporte?” O anúncio rendeu e mais de 80 meninas mostraram interesse logo de cara.

O jogo foi marcado para o dia 31 de janeiro e 32 alunas apareceram. “Eu estava super nervosa porque até aquele dia eu sempre estive na posição de aluna, e nunca de treinadora. Resolvi falar com o irmão de uma amiga que é treinador profissional para que ele me desse umas dicas. Até pedi que ele fosse orientar o primeiro jogo porque estava nervosa e quis empurrar a bola pra ele”, ri Bibi. “Ele topou, mas no dia marcado me ligou dizendo que não poderia ir. Eu fui até a casa dele e prestei atenção em todas as dicas. Estava apreensiva porque não sabia se apareceriam 20 ou 80 meninas.  Passado o nervosismo, o primeiro jogo foi uma delícia tanto para mim quanto para as meninas”, conta Bibi, empolgada.

  

A escolha entre o futebol ou a carreira em agência

A partir daí o time só cresceu e atualmente Bibi comanda e dá aulas para quatro equipes por semana. Com o crescimento do projeto, a administradora de formação deixou seu antigo emprego e atualmente  trabalha exclusivamente como técnica. “Eu trabalhava em uma agência de marketing e publicidade (Tee-Hee) e a rotina dos Pelados estava bem corrida. Comecei a perder o pique. Eu estava full time e pensei: Não! Eu preciso fazer o que eu realmente amo. O que eu amo de verdade? Poxa, eu amo dar aulas para as minhas amigas”, conta Bibi.

O retorno financeiro do time, que começou como diversão, foi definitivo para que a técnica pudesse se dedicar completamente ao Pelado Real. “No começo eu fazia por amor, sem cobrar nada. Nós só dividíamos o aluguel da quadra.  Mas aí as alunas decidiram pagar porque reconheciam meu trabalho. Elas se organizaram e  determinaram o que eu receberia por mês. Hoje cada menina paga mensalmente R$ 66”, conta a jovem de 25 anos.

“Muito do que eu aprendi no futebol são coisas que eu aplico na minha vida. Trabalho em equipe, motivação, criar vínculos de amizade fortes”

Mas Bibi vê o dinheiro como algo secundário. Para ela, o Pelado Real trouxe coisas mais importantes para a vida de quem joga. “Muito do que eu aprendi no futebol são coisas que eu aplico na minha vida. Trabalho em equipe, motivação, criar vínculos de amizade fortes. Eu dou dica para quando as meninas vão fazer entrevista de emprego, digo para elas falarem sempre que jogam futebol. Já é meio passo dentro”, explica seu raciocínio.

Parte do sucesso do time também tem relação com os motivos pelos quais a maioria das garotas que participam do Pelado buscaram o time. Bibi conta que para atrair mais meninas teria que enfatizar o apelo estético do esporte.  “A maioria das meninas não tinha tanto interesse por futebol e só entrou no time para substituir a academia. Para atrair as meninas, eu usava o apelo ‘Verão sem canga’. Vamos ficar com a perna fortinha, trabalhar os músculos inferiores…”,  afirma.

Amizade

No dia do jogo, o clima de amizade entre as meninas era nítido. Reuniões como as do último domingo (10/07) são frequentes e este é mais um dos fatores que importa para as garotas da equipe. Como o time é formado por amigas de amigas de amigas, o perfil das meninas é bem parecido. A maioria delas têm a mesma idade e trabalha na área de comunicação. “Estou fascinada com a união. Meninas que não se conheciam passam a se dar muito bem. No último feriado várias foram para o meu sítio. Quando vamos para a balada, é um sucesso. Ninguém acredita que jogamos futebol juntas. Quem se compromete a jogar já está com um espírito diferente e com vontade de fazer novos amigos. O Pelado virou minha família.  Vamos tomar cerveja e ninguém fica paranóica com calorias. Pelo contrário, as meninas dizem que estão com a dor da gostosura. Aquela que dá logo após o futebol”, ri a coach.

  

O bom envolvimento também acontece dentro da quadra do society onde é jogado o futebol do Pelado Real (seis jogadoras na linha e uma goleira). “As meninas do Pelado nunca brigaram ou tiveram desentendimento. Nem dentro nem fora do campo. É um delícia. Só  na hora dos amistosos contra outras equipes é que elas entram em contato com a competitividade. Elas ainda não estão acostumadas. Na hora do amistoso elas têm que dar o sangue”, diz.

Futebol Feminino no Brasil

Apesar de ainda acharem que existe um longo caminho a ser percorrido, as peladeiras concordam que o futebol feminino está crescendo no Brasil. “Atualmente, o choque quando eu falo que jogo futebol para as pessoas é positivo. Elas acham interessante. Quando eu era mais nova, a reação era outra. Minha avó não gostava que eu jogasse, por exemplo. Hoje em dia, o futebol feminino é cool. O esporte está crescendo, mas ainda não atingiu muita gente. Dá pra ter uma ideia até pelo Pelado. São quase 70 meninas que nunca tinham tido contato com futebol e hoje adoram o esporte”, afirma Bibi.

“O futebol feminino está muito mais bonito e divertido de assistir que o masculino”

Na opinião da técnica, a seleção de Marta também é responsável pela popularização do vínculo com o esporte. “O que a seleção feminina está fazendo é comparável ao tipo de coisa que o Pelé fazia. Elas jogam com arte. O futebol feminino está muito mais bonito e divertido de assistir que o masculino. Os homens não jogam mais com arte. O jogo masculino está sem graça”, polemiza.

Namoro

Até o mito de que mulheres que jogam futebol assustam os homens está sendo derrubado. “Eu não namoro, mas tenho paqueras. Acho que os homens ficam fascinados quando digo que jogo futebol.  Quando eu falo isso, quebra qualquer barreira. Entendo quando eles vão jogar e querem tomar cerveja depois, porque eu faço isso. Tenho minhas amigas e  compreendo que ele tenha os dele”, conta Bibi.

Felizmente, o humor pós-jogo das meninas é melhor que o dos homens e nem a derrota do Brasil para o Estados Unidos fez as garotas desanimarem. Após torcer muito, xingar e vibrar com a seleção todas foram pensar em outras coisas, bater papo e se deliciar com o almoço da casa da anfitriã.

Se você, assim como as peladeiras num passado recente, está com saudades de colocar o corpo em forma, mas não sabe como, vale considerar a possibilidade do futebol. É importante ressaltar que no Pelado Real nem todas são habilidosas com a bola nos pés. O que realmente vale é a disposição em cuidar da saúde e claro, a buscar por boas companhias e momentos inesquecivelmente prazerosos.

Deu vontade de bater uma bolinha?

Então Vai lá: Pelado Real Futebol & Arte 
Horários dos jogos localizados na Zona Oeste de São Paulo.
2ª’s: às 20h15
2ª’s: às 21h30
3ª’s: às 21h15
4ª’s: às 21h15
5ª’s: às 21h15

A TV Tpm acompanhou as meninas assistindo ao jogo Brasil X Estados Unidos pelas quartas-de-final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Veja o vídeo abaixo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=HG1Yniyhs8A&feature=player_embedded]

Fonte: http://revistatpm.uol.com.br/entrevistas/futebol-e-coisa-de-mulher.html

Texto: Marcela Paes (colaborou Letícia Flores) Fotos Equipe Site Tpm e Arquivo Pessoal Ilustração Mayra Presotto.

Novas vagas para o Inverno!

 

 
Quer virar uma Peladeira tb?

No menu, clique em ‘Nova Peladeira’ e se inscreva para a nova turma de 4ª feira!

 

 

Campeonato Brasileiro de Comemoração de Gol

Pelado Real Futebol & Arte concorre a categoria “Melhor Comemoração de Gol” no Campeonato Brasileiro de Comemoração de Gol Nextel.

Visite o vídeo pelo Youtube e dê um “like” para nos ajudar a ganhar essa competição.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=X4OMILVWhmI&feature=player_embedded]

Pelado Real agradece todo o apoio e comemorará com vc essa vitória!

Dicas de Craque

Olá Peladeiras e torcedores do Pelado Real.

No post de hoje vocês encontrarão dicas de como melhorar seus fundamentos nos jogos de futebol. Prestem muita atenção em todas elas, e se esforcem a cada Pelado, para melhorá-las.

Chute

O que goleadores fazem durante uma partida de futebol?

  1. Eles podem fazer a bola curvar, mergulhar ou desviar-se quando querem.
  2. Eles podem chutar com força e manter a bola baixa, mirando para acertar os cantos do gol.
  3. Eles usam os defensores como escudo para desviar a bola ou enganar os goleiros.
  4. Eles tem um ótimo controle do chute em bolas altas ou baixas.
  5. Eles podem combinar vários movimentos que acabam em um chute (ex.: receber, girar e chutar; driblar e chutar, etc.)

Defesa

O que fazem os excelentes defensores durante um jogo?

  1. Eles podem antecipar a próxima ação de um atacante.
  2. Eles ganham a bola facilmente numa disputa, mesmo com jogadores maiores e mais fortes.
  3. Eles parecem sempre estar no lugar certo, na hora certa.
  4. Eles têm bom equilíbrio, sendo capazes de mudar de direção rápida e eficientemente.
  5. Eles dão cobertura a outros jogadores muito bem.
  6. Eles driblam bem, sem fazer firulas arriscadas e, normalmente, mantém a posse de bola após o drible.
  7. Eles são bons jogadores tanto na defesa quanto no ataque e possuem diversas técnicas de drible.

Passe e Recepção

O que fazem jogadores que têm passes excelentes?

  1. Eles podem fazer um bom passe com diferentes áreas de ambos os pés.
  2. Eles podem disfarçar os seus passes.
  3. Eles podem fazer um bom passe em diferentes distâncias.
  4. Eles fazem passes precisos nos pés de seus companheiros ou em progressão.
  5. Eles podem selecionar o tipo de passe mais adequado para diversas situações.
  6. Eles têm ótimo controle de direção e força do passe.

O que é preciso para receber a bola bem?

  1. Deve-se ter a capacidade de manter o controle da bola no espaço ao seu redor com um toque de primeira e de segunda.
  2. Deve-se ter a capacidade de preparar a bola para seu próximo movimento.
  3. Bons jogadores podem receber a bola em espaços reduzidos, sob pressão do adversário e ainda assim fazem um bom passe ou chute.
  4. Eles se comunicam muito bem (verbalmente ou não) com os outros jogadores mostrando onde e quando querem a bola.

Drible e Condução

O que fazem excelentes dribladores em jogos?

  1. Eles usam diferentes partes de ambos os pés para conduzir a bola.
  2. Eles são capazes de combinar drible com passes ou chutes.
  3. Eles podem driblar sem olhar para a bola.
  4. Eles driblam na hora certa e escolhem corretamente quando passar ou quando driblar.
  5. Eles conseguem se livrar de situações difíceis com uma jogada inteligente.
  6. Eles têm um ou dois truques que enganam os defensores.
  7. Eles têm a capacidade de fugir rapidamente do adversário que driblou.

Sobre o autor: Jeff trabalha no Chelsea FC como Assessor de Desenvolvimento Técnico Internacional e foi treinador principal da equipa Sub 13 nos últimos 10 anos. Seu novo cargo o faz viajar ao redor do mundo fazendo seminários e oficinas de educação para técnicos para clubes profissionais e de base. Ele tem a licença “A ” da UEFA e é um educador técnico da English FA.

Fonte: http://www.insidesoccer.com/is-web/article?id=1001

Novas vagas para o Pelado Real

Pelado Real procura novas alunas! Cadastre-se!

O Pelado Real começa o mês de Maio com uma nova turma!

3ª feira: 21h15 – 22h30

Inscreva-se aqui no nosso site (Nova Peladeira) e aguarde contato confirmando inscrição!

Até semana que vem!

Comer bem, para jogar bem!

Hello Peladeiras, bem vindas ao nosso site!

Assim como um time colaborativo, uma amizade colaborativa e encontros colaborativos, eu pensei: porque não um site colaborativo? Onde todas nós tenhamos um espaço para divulgar todos os nossos talentos, de maneira útil às outras?

Sendo assim, inicio hoje o primeiro post introduzindo a Peladeira Marina Guimarães, nutricionista e boleira nas horas vagas.

Pedi para ela umas dicas do que comer antes do jogo, quanto comer, quando comer após os jogos e eis o guia que ela montou para a gente!

Atividade física x Alimentação balanceada

Uma dúvida frequente de praticantes de atividade física, desportistas como a maioria de nós, que fazemos do esporte um hobbie e uma forma de nos exercitar e gastar algumas calorias, é o que se deve comer antes e após a prática do exercício?

Para não faltar energia durante os jogos, devemos dar atenção aos carboidratos! Principais responsáveis pelo fornecimento de energia ao organismo para realização das atividades diárias e dos exercícios físicos também.

Os carboidratos são divididos em simples (açúcar, frutas, leite, mel), complexos (pão, aveia, massas, arroz) e vegetais (batata, milho, mandioca). Por permanecerem menos tempo no estômago, são o combustível ideal para os exercícios!

Funções:

  • Evitar a fome durante a atividade;
  • Fornecer energia para o trabalho muscular, melhorando o rendimento;
  • Mobilizar gordura para ser gasta como fonte de energia.

As refeições pré-exercícios devem ser pobres em proteínas e gorduras. Esses nutrientes têm a digestão mais lenta, podendo atrapalhar a performance! Alimentos ricos em fibras também não são os mais recomendados para este momento, pois podem causar desconforto intestinal e demoram mais para serem digeridos. 

Quanto mais próxima a refeição da atividade física, menor deve ser a quantidade e variedade dos alimentos ingeridos.

E depois do exercício? Hummm… Que fome!

Para ajudar a desenvolver os músculos e preparar o corpo para o próximo jogo, procure alimentar-se logo após o término da atividade.

A combinação ideal é:

  • 1 porção de proteína para a construção dos músculos
  • 2 porções de carboidratos para levar essa proteína ao músculo e também para repor o estoque de energia gasto (glicogênio).


Carboidratos: Pães, massas, biscoitos sem recheio, frutas, bebidas esportivas, sucos.
Proteína: Carnes magras, frios (peito de peru e queijo branco), barras de proteína, derivados de leite desnatado.

Hidratação

Durante a prática de atividade física, a temperatura do corpo se eleva. Para manter a temperatura ideal e recuperar seu equilíbrio, o corpo transpira e a perda de líquido por meio do suor é grande. A evaporação do suor elimina parte do calor e também substâncias importantes para o equilíbrio interno do corpo, como água e sais minerais. Por isso, precisamos repor essa perda para manter o bom funcionamento do organismo.

A hidratação é importante antes, durante e após atividade física e está diretamente relacionada ao rendimento!

Dessa maneira, Peladeiras, hidratar-se o tempo todo, junto com uma alimentação balanceada é o suficiente para atender às necessidades de uma esportista e atingir um estilo de vida mais saudável!

Marina S. Guimarães
(marina_sguimaraes@hotmail.com)

Nutricionista

Bem vindo, PeladoReal.com.br!

Nasce hoje o site do Pelado Real. Uma mistura de blog e site, com atualizações semanais e informações sobre o time, patrocinadores, calendário de eventos, etc…